IESA PARTICIPA DA AMPLIAÇÃO DA REPAR

 
 

Desde maio de 2008, a IESA através do consórcio Conpar, formado pela empresas Norberto Odebrecht S/A, UTC Engenharia S/A e Construtora OAS Ltda; está participando do projeto de modernização e ampliação da capacidade produtiva do maior complexo industrial do sul do país: a Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar) da Petrobras, no estado do Paraná.

A tarefa do Conpar é construir oito unidades industriais: cinco plantas de gasolina e três de coque (combustível derivado do carvão betuminoso), com realização simultânea do projeto executivo, da construção civil e da montagem industrial. No pico do projeto, o consórcio terá 3.500 integrantes.

“Estamos fornecendo diversos Equipamentos de Processos  para a REPAR desde  2009”, comenta Gustavo Melges, coordenador de contratos da IESA. Em junho de 2010,  será entregue a última das dezessete  torres de processo, medindo aproximadamente 50 metros de comprimento, com diâmetro maior de 4,5m e pesando 140 toneladas.

Além das torres de processo, a IESA fornecerá mais oito trocadores de calor e mais dois vasos de pressão. “No caso dos trocadores de calor são utilizadas ligas de cromo-molibdênio, inox e chapas cladeadas e o último trocador tem prazo de entrega previsto para julho de 2010. Os dois vasos de pressão já estão em fabricação e um deles utiliza material importado. O prazo de entrega previsto dos equipamentos é para agosto de 2010 ”, diz Melges.


Fabricação da última torre de processo.
Da esquerda para a direita: Edevaldo, Gustavo e André
 

CONHEÇA A REPAR - Refinaria Presidente Getúlio Vargas

 

Localização: Araucária - PR.
Área: 10 km2
Principais produtos: GLP, gasolina, óleo diesel, óleos combustíveis, querosene de aviação, asfaltos e nafta.
Capacidade instalada: 189 mil barris/dia.

Resumo histórico: A refinaria começou a ser construída em 1973 e entrou em operação no dia 27 de maio de 1977. Já no final da década de 70, a unidade processava 24 mil metros cúbicos de petróleo por dia.

Na década de 80, a refinaria ampliou suas áreas verdes e instalou estações de medição da qualidade do ar, marcando a consciência ambiental que até hoje norteia suas ações. Responsável por cerca de 12% da produção nacional de derivados de petróleo, a Repar destina 85% de seus produtos aos estados do Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul, além da região sul de São Paulo. Os demais 15% completam o abastecimento de outras regiões ou são exportados.

Em 2004 entrou em operação a Unidade de Dessulfurização de Óleo Diesel - HDS, processando 5 mil metros cúbicos diários de óleo diesel, reduzindo o teor de enxofre de 2 mil partes por milhão para apenas 500 ppm com expressivas melhorias ambientais.

Em 2005, a Repar bateu recordes históricos de produção de derivados nobres. A produção de gasolina foi de 2.487.362 m3, a de diesel 5.095.929 m3 e a de GLP 542.125 toneladas, sendo as maiores marcas já alcançadas pela refinaria.

A mais de 15 anos a IESA está prestando diversos serviços para a Repar, participando de projetos como a Unidade de Tratamento de Águas de Ácidas (UTAA),  Unidades de Hidrodessulfurização de Diesel (HDS)  entre outros.